Siga o José Anibal
nas Redes Sociais

Busca

buscar

Newsletter

enviar

Artigos

06/12/2017

A razão de ser do PSDB: reformar o Estado a favor do Brasil

Artigo publicado no Blog do Noblat em 06/12/2017

Votar a favor da reforma da Previdência é a atitude mais republicana, patriótica e responsável que qualquer político brasileiro pode tomar nos dias atuais.

Nenhum debate tem hoje relevância maior do que esse, seja por combater os privilégios da elite burocrática – que se aposenta mais cedo e com ganhos muito superiores do que a imensa maioria dos trabalhadores do setor privado –, seja por garantir a sustentabilidade financeira do sistema, evitando que nossos filhos e netos paguem pela inércia da nossa geração.

Como bem definiu o economista Paulo Tafner, se mantivermos as atuais regras da previdência, que pioram a distribuição de renda em vez de melhorar, a previdência pode até não quebrar, mas o Brasil quebra e quem pagará por isso serão os mais pobres. Para honrar as gordas aposentadorias do funcionalismo público, o governo teria de cortar investimentos em saúde, educação, segurança, saneamento...

Quem pode ser a favor disso, a não ser esses privilegiados?

Reformar a Previdência é libertar o Estado e os contribuintes das amarras do corporativismo do funcionalismo público, cujo lobby foi poderoso na elaboração da Constituição de 1988 e ainda hoje se faz presente nos corredores do Congresso.

Em seus quase 30 anos de história, o PSDB sempre atuou como foco de resistência ao patrimonialismo e ao corporativismo. Nossa bandeira histórica é reformar o Estado, torná-lo capaz de cumprir suas obrigações fundamentais com o povo e, ao mesmo tempo, assegurar um ambiente favorável à livre iniciativa e ao capitalismo.

Não existe meio-termo nessa questão: é simplesmente inaceitável, incoerente e demagógico um representante do PSDB se recusar a dar seu voto à reforma da Previdência.

Combater privilégios, ter responsabilidade fiscal e atitude republicana não é posição que pode mudar conforme o sabor do vento – deixemos essa demagogia ao populismo lulopetista.

Votar a favor do que é melhor para o Brasil trata-se, isso sim, da própria razão de ser do PSDB.

José Aníbal é presidente nacional do Instituto Teotônio Vilela. Foi deputado federal e presidente nacional do PSDB.

(Foto:Gioto Moreto / Agência O Globo)

Outros Artigos